ad

Como se tornar um piloto de avião?

Desde a invenção do avião, os homens sempre se sentiram atraídos pelo fascínio de poder sentir a liberdade ao voar e percorrer grandes distâncias em tempos cada vez menores ligando lugares longínquos. Através do advento da aviação surgiu uma nova figura, a do piloto de aeronaves. Com o passar dos tempos houve a necessidade de se regulamentar e uniformizar os conhecimentos aeronáuticos, bem como as regras de voo. Nos dias atuais a formação do piloto civil é regulamentada pela ANAC (Agência Nacional da aviação Civil). Através de sua vasta documentação a agência normatiza todo o conhecimento que um piloto deve possuir a fim de exercer esta função. O piloto pode ter o objetivo de recreação voando para si sem objetivos econômicos ou em outra situação, se tornando um comercial onde o mesmo passaria a integrar o quadro de pilotos de uma empresa aérea, ou prestando serviços a particulares. Em relação à formação, nos dois casos elas se iniciam da mesma forma, adquirindo-se a Habilitação de Piloto Privado de Aeronaves, condição básica exigida para se pilotar uma aeronave. O curso “Piloto Privado-Avião” é constituído de 02 (duas) partes que obedecem às seguintes denominações: PARTE TEÓRICA (OU INSTRUÇÃO TEÓRICA); e PARTE PRÁTICA (OU INSTRUÇÃO PRÁTICA).